quarta-feira, 12 de março de 2014

Estou com Canelite?

canelite

Você sabe o que é canelite? Qual é o tratamento para canelite? Existe alongamento para canelite? As fitas para canelite funcionam?

Hoje, a moda de corrida entre atletas amadores e profissionais alastrou por todo o país. A pratica de atividades físicas passou a fazer parte do cotidiano de quem quer alcançar a qualidade de vida. Porém, crescem também o número de lesões por causa das práticas esportivas. Já falamos sobre o assunto corrida no post: Tênis de corrida: Qual é o melhor? mas hoje o assunto é a canelite!

Então, vamos as dúvidas:

canelite

1-O que é canelite? Qualquer dor na canela pode ser chamada de canelite?
A canelite e a sobrecarga no músculo tibial anterior são problemas diferentes e de soluções diferentes.

A canelite nome popular dado à da síndrome de estresse do medial tibial ou periostite medial de tíbia é, uma inflamação no periósteo (espécie de capa que envolve os ossos) causada por alguns problemas na mecânica da corrida, como por exemplo pronação excessiva do tornozelo, aplainamento exagerado e abrupto do arco do pé quando ele toca o chão e contração inadequada do músculo da panturrilha. Outras causas como praticar exercícios em terrenos muito rígidos, uso de calçados inadequados e fatores genéticos parecem estar associados. 

A dor neste caso, é localizada na parte mais interna da perna, onde não há quase nenhuma massa muscular e é possível sentir o osso com a mão. A sensação dolorosa é mais intensa na fase da corrida em que o pé toca o chão.

2- Como diferenciar a canelite da sobrecarga do músculo tibial anterior?
Muitas pessoas sentem dor na porção mais lateral da canela, exatamente na região do músculo tibial anterior, o que não caracteriza uma canelite. (Coloque a mão na sua perna e levante a ponta do pé. Você irá sentir a contração desse músculo). Neste caso a dor na corrida é pior no momento em que o pé ainda está no ar, um pouco antes dele tocar o solo. Esse problema não é canelite e sim uma sobrecarga no músculo tibial anterior. 
O músculo tibial anterior é o responsável por levantar o pé durante a corrida. Sem sua ação o pé ficaria caído, quase arrastando no chão. A dor nesse músculo significa que ele está tendo que gerar mais força do é capaz. 

3- O que preveniria uma sobrecarga do músculo tibial anterior?
Um trabalho de fortalecimento ajudaria em um curto prazo, porém é preciso ir mais a fundo no problema e entender o porquê da sobrecarga sobre esse músculo, que em geral acontece porque o corredor está “puxando” demais o pé para cima. Se a aterrissagem do pé no chão acontecer mais próxima ao tronco, e não muito a sua frente, o pé fica em posição mais neutra e o músculo tibial anterior não tem que fazer tanta força.

4- Como prevenir a canelite?
Deve-se  melhorar a absorção de impacto e a mecânica do pé e na sobrecarga do tibial anterior o gesto da aterrissagem do pé no chão deve ser corrigido. Dê preferência a tênis de corrida flexíveis na parte da frente (leia o post Qual melhor tênis para correr: Nike, Mizuno ou Asics?).Troque o tênis de corrida sempre que usá-lo de 480 a 640 km. Use uma calcanheira para reduzir o choque, assim como suporte para arco do pé ou palmilha de amortecimento, se necessário. Não aumente seu volume de treinamento drasticamente ou faça treino de velocidade prematuramente. Equilibre o seu treinamento. Corra uma menor quilometragem e o faça sobre superfícies mais macias. Inclua corrida em piscina ou outra atividade física complementar. A suplementação também é um aspecto importante a fim de se evitar lesões musculares! Leia os posts Aminoácidos ou BCAA: Qual é o melhor? também o Whey Protein: Top 10 dúvidas! e o Creatina: Top 10 dúvidas